31 janeiro 2013

A estrada não trilhada



Num bosque, em pleno outono, a estrada bifurcou-se,
mas, sendo um só, só um caminho eu tomaria.
Assim, por longo tempo eu ali me detive,
e um deles observei até um longe declive
no qual, dobrando, desaparecia...

Porém tomei o outro, igualmente viável,
e tendo mesmo um atrativo especial,
pois mais ramos possuía e talvez mais capim,
embora, quanto a isso, o caminhar, no fim,
os tivesse marcado por igual.

E ambos, nessa manhã, jaziam recobertos
de folhas que nenhum pisar enegrecera.
O primeiro deixei, oh, para um outro dia!
E, intuindo que um caminho outro caminho gera,
duvidei se algum dia eu voltaria.

Isto eu hei de contar mais tarde, num suspiro,
nalgum tempo ou lugar desta jornada extensa:
a estrada divergiu naquele bosque – e eu
segui pela que mais ínvia me pareceu,
e foi o que fez toda a diferença.

(Robert Frost- Tradução de Renato Suttana)




    Na vida somos obrigados a fazer escolha – a todo instante. Escolhemos a comida, a roupa, o perfume que iremos usar. Escolhemos coisas mais sérias, como a faculdade que faremos,  a pessoa com quem casaremos.

   Mas nunca escolhemos os resultados de nossas ações: não adianta sonhar com o lado direito, se escolhemos o esquerdo. Querer o vermelho se preferimos o preto... e assim por diante.

    Por isto é tão importante e necessário que saibamos que escolhas tomar. Ponderar antes de escolher, decidir quando o coração está pronto pra isto.

    Ponderando sobre isto esta manhã, recordei um poema do escritor americano Robert Frost, onde ele fala: a escolha fará toda a diferença.

    A diferença de ser amado ou odiado, de ser feliz ou triste, de ter bens materiais ou espirituais (ou nenhum deles)... tudo dependerá das escolhas que fizermos.

    Qual é o caminho que você irá trilhar? Qual estrada escolherá? Eu ainda estou a pensar e você,  já conseguiu decidir o que fará?






29 janeiro 2013

Máscara Facial de Argila


Para que a pele do rosto permaneça jovem por mais tempo é necessário que além da hidratação diária, seja promovida a limpeza diária e uma ou duas vezes por semana o uso de uma máscara facial (e uma vez a cada 30 ou 45 dias uma limpeza de pele mais profunda, mas isto é outra história e outro post).

Uma máscara facial poderá ter diversas finalidades: limpar, hidratar, estimular, desintoxicar e etc.  O importante é encontrar uma que atenda as suas necessidades especificas. Tenho 2, ambas de argila, mas hoje irei falar sobre a de argila verde.

A máscara facial de argila verde que tenho é produzida pela Oceanic Cosméticos – nossa parceira aqui no site - e é maravilhosa. Ela tem a função de reduzir a oleosidade da pele, eliminar as toxinas, acalmar a pele e tem em sua composição, além da argila verde, algas marinhas e pepino.  Estou adorando esta máscara!

Como meu dia a dia é muito estressante, sempre preciso de um produto que estimule a pele do meu rosto – afinal sou uma eterna ‘caçadora da fonte da juventude’ e uso tudo que posso para continuar jovem mais um pouco.

Fiz uma esfoliação da pele do rosto, usei água fria (sempre!) e apliquei a máscara. Inicialmente senti certo ardor (natural, já que a esfoliação é algo agressivo e a máscara elimina toxinas), mas rapidamente passou, fiquei com ela pelo tempo determinado: 10 minutos. E ganhei uma pele macia e iluminada.

Até minha filha gostou do resultado e elogiou! Disse que pretende usar também, e isto é legal, porque não é um produto determinado para uma faixa etária específica, ele serve para todos que procuram uma pele mais saudável.
 
Recebi o produto de presente, juntamente com amostras de diversos outros produtos – o mais interessante foi o cuidado deles ao enviar os produtos: amostras diversas, muito bem embalado e rapidamente foi entregue.

A argila verde possui a capacidade de tonificar, estimular e adstringir a pele. Excelente para peles oleosas e auxilia no controle e na redução desta. Para quem tem espinhas, pode auxiliar na secagem e na redução da mesma, pois ainda contém os benefícios da ação secativa.

Benefícios
A argila é um ótimo remédio. Utilizado como cicatrizante, anti-inflamatório, analgésico e antimicrobiano, é eficaz no tratamento de doenças e na renovação celular além dos benefícios para a pele, claro.
A argila também pode ser utilizada nos cabelos oleosos, pois ela tira todo excesso de óleo do couro cabeludo.
Resumindo, a argila é boa em tudo e essa máscara Oceanic? Não experimentar é a mesma coisa que não se render aos prazeres do chocolate, você não faz ideia do que está perdendo!

Curtiram? Bjinhos da Cacau

26 janeiro 2013

Pink!

Voltada para o cuidado das mãos e pés, a linha Pink da Granado anda fazendo a cabeça da mulherada. E o motivo é na verdade bem simples, os produtos tem um cheirinho fantástico, funcionam de verdade e o precinho é super acessível.

A Granado foi fundada em 1870 e é a Botica mais antiga do Rio, chegou a ser nomeada a “Pharmacia Oficial da Família Real” por Dom Pedro II.

A linha Pink conta com a Cera Nutritiva para Unhas e Cutículas - que é uma cera mesmo e você passa envolta das unhas três vezes por dia.

Tem o Gel Para Pés e Pernas Cansadas, é basicamente um creme de menta e alguns outros extratos refrescantes e quando você passa a perna fica geladinha e dá uma baita sensação de alivio.

Ah, um dos meus preferidos é o Gel Protetor de Calos e Bolhas. Ele forma uma camada protetora que evita – os calos e bolhas! – causados pelos sapatos. E que deixa os pés macios, como se você tivesse acabado de sair da manicure. Uma delícia!

Tem também a Manteiga Emoliente, um dos produtos mais vendidos da linha, serve para hidratar e conservar os pés ressecados.

O polvilho antisséptico serve para acabar com o chulé e evitar mal cheiro. Diz a verdade, todo mundo já usou o talco da Granado, a única diferença é que agora a embalagem dele é rosa, mas continua sendo o mesmo talco criado em 1903 e que foi o carro chefe por muitos anos.

Eles criaram, também, uma linha fofa de esmaltes, com cores lindas e que possuem propriedade fortalecedora e que auxilia no crescimento das unhas.

Existem ainda outros produtos que eu não experimentei, mas prometo que farei outro post assim que compra-los.
E aí, curtiram? Bju da Giuh ;*

19 janeiro 2013

Vermelho - a cor do Poder

Quem me conhece bem sabe que um detalhe ou outro de vermelho me agrada e me atrai muito.

O vermelho é uma cor que simboliza o poder,  a vitalidade e a ambição. Normalmente quem o usa procura passar confiança para si e demonstrar aos demais uma posição de otimismo perante a vida.  Como tudo na vida, tem seus aspectos negativos, se usado em excesso pode estimular a irritação e a impaciência, por isto os especialistas recomendam sempre ter o vermelho por perto, mas nunca em excesso.

Como eu gosto da cor, selecionei alguns artigos e algumas dicas para se usar o vermelho:

Em 1º lugar minha mais nova descoberta: os esmaltes vermelhos da Granado. São lindos, resistentes no dia a dia e , dando um toque de elegância e sofisticação.





O Greta (esquerda) é o meu preferido,  e o  Ava ficam perfeitos para uma produção mais jovial, descontraída e linda.














Em 2º está o brilho labial Bordeaux da Revlon. Perfeito para ser usado no dia a dia, espalha perfeitamente sobre os lábios, tem um cheirinho delicioso. Você pode encontra-lo no site de nossa Parceira Oceanic


Querendo adquirir o produto visite o site de nossa parceira Oceanic Cométicos, lá você encontra este produto e outros maravilhosos (tem uma mascara facial que é divina, mas isto é assunto pra outro post, que sairá breve-breve!)
http://www.oceanic.com.br/





A paixão que faz falta no armário (o que pretendo resolver em breve), é um belo e perfeito vestido vermelho.  

Recomendo que o use com maquiagem e acessórios básicos, sapato discreto, com um belo salto alto, pois rasteirinha ou sapatilha não combina com o estilo proposto.


Selecionei  duas propostas pra vocês verem.  A sandália (perfeita, maravilhosa, combina direitinho comigo... menos Cláudia, bem menos... sorry, empolguei!) é do famoso estilista Christian Louboutin (veja o post que publicamos recentemente).


Eu adorei os 2 modelos, mas o vermelho bordô (ou Bordeaux como chamam os franceses) é o meu preferido: simples, sensual, discreto, mas quando bem usado não tem quem que não chame a atenção. Valor? Só 1.109 dólares!!!!! 

E para finalizar: uma paixão assumida e motivo de brigas eternas em casa: bolsas e sapatos! (Minha filha diz que eu os tenho em demasia... mentira deslavada, são apenas algumas unidades!)


Quanto a bolsa, sugiro uma que seja curinga, pra ser usada em diversas ocasiões; mas que não seja a única no seu armário, pois o vermelho fica repetitivo rapidamente.


Esta é um estilo mais sofisticado
 para um produção mais sóbria.                 Uma pequena para ocasiões especiais.       


                                                                
Esta é para ser usado no dia a dia.



(Eu não tenho nenhum sapato vermelho! De repente me senti nua, preciso resolver isto rapidamente... voltemos ao post... sniff, sniff... mas antes do carnaval vou resolver este probleminha.... ah eu vou!!!)

Bem, um sapato vermelho, bem atraente é tudo pra salvar uma produção básica, tipo jeans e camiseta sem graça, entende?

Sapato vermelho é tudo de bom! Mas tem que saber usar, a combinação de cores tem que ser perfeita, porque vermelho e verde abacate só fica lindo na passarela, fora é over, feio! Não combina mesmo!

Recomendo que a roupa seja em tons mais neutros e caso seja uma amante das saias, faça-o com uma que tem um comprimento moderado – nada muito acima do joelho! Com certeza se insistir em  usar, correrá o risco de muitos achar que você exerce a profissão mais antiga do mundo. E passar a ideia de vulgaridade não é o que você deseja, correto?


Eu sei que tem uns pretinhos aí, mas são Louboutin e eles podem entrar na contagem porque, afinal, têm a sola vermelha... Algumas possibilidades de se criar mil looks com eles.


Observaram que eu não falei do batom vermelho? Vou deixar este tema para um post exclusivo para ele.

Espero que essas dicas possam ajuda-las na hora de montar um look perfeito usando o vermelho pra sair arrasando por aí. bjs


-------

Gostou do post? Por que não deixa um comentário pra gente? Ainda não segue a gente? Por que não faz isto? É só clicar aí do lado. 

Se deixar o link do seu blog, a gente segue ele também, ok? Bjs




16 janeiro 2013

10 Covers Que Você Precisa Ouvir - Pt2

    Continuando o post sobre os meus covers preferidos, agora tem Beatles, Avril Lavigne e Pink. Ah, e a fofura do quarto video, é a Connie Talbot. Essa pequena tem uma história incrivel, que eu prometo contar outro dia.
    Espero que vocês se apaixonem por eles tanto quanto eu!






















    E aí, curtiram? Bju da Giuh ;*

10 Covers Que Você Deve Ouvir - Pt1

     Sou apaixonada por música. Ponto. Mas sou ainda mais apaixonada por covers, alguns superam a versão original. E o legal, é que é muitas vezes através de um cover que determinado artista se destaca e acaba conquistando a tão sonhada fama.
     Selecionei alguns covers que eu A-M-O, mas eram muitos, então tive que dividir em duas partes. Aí vai a primeira.






























     Se apaixonaram também? Daqui a pouco posto os outros dez!

Bju da Giuh ;*

15 janeiro 2013

Não Tão Básicos


     Algumas pessoas tem medo dessa palavra “básico”. Acha que roupa tem que ter paetês, bordados e estampas. Tudo junto! Mas a verdade é que em moda menos é mais e existem algumas peças que todo guarda-roupa deve ter. Blazer, trench-coat, suéter azul-marinho, camiseta sem manga, pretinho básico, jeans e jaqueta de couro. Em seguida é uma questão de combinar e mixar com outras peças e pronto!
     
     Algumas dicas infalíveis que vão dar aquele toque a mais...

    O Blazer
 ü  Arregace as mangas, especialmente se o avesso for de outra cor.
 ü  Com uma camisa branca por baixo é sutilmente sensual, mas sem ser vulgar.
 ü  Nada de minissaia com blazer! Fica “over” demais. Você quer passar a impressão de sensualidade e competência, não de vulgaridade.

  O Trench-Coat
 ü  Nunca use com uma saia longa ou você vai acabar parecendo uma daquelas beatas rígidas.
 ü  Arregace as mangas para dar um ar mais solto.

        A camiseta
 ü  Com short jeans ou saia fica um ar “cheguei da praia”, mas atenção! Só funciona se você estiver em uma cidade praiana.
 ü  Sob smoking ou blazer. É o famoso boyish adorado por algumas top models.
 ü  Nunca usar cor de pele. A aparência é de que você esta nua.

   O pretinho básico
 ü  Preciso falar mais? Todo mundo tem um no armário e se você não tem já deveria estar correndo pra comprar. “O vestidinho preto não é uma roupa, é um conceito. É abstrato, universal”. Ele é capaz de nos salvar em qualquer lugar, em qualquer situação.
 O Suéter Azul-Marinho
 ü  A intenção é parecer sóbria e arrumada, mas sem ser muito séria.
 ü  Com calças brancas ficam um luxo, especialmente se tiver um colar de pérolas no pescoço.


   O Jeans
 ü  Calça jeans nunca é um erro. A menos que você vista um que seja dois números a menos que o seu. Fora isso ele é peça chave em todas as estações e toda mulher tem vários no guarda-roupa.

   A Jaqueta de Couro
 ü  Com um vestido de musselina. Fica um ar country-rock que eu A-D-O-R-O!
 ü  Mas não com botas de montaria. Não somos Lucy Liu em “Charlie’s Angels”.

   Dicas simples, peças que se encontram em qualquer lugar. E você estará sempre na moda, por que estas peças são atemporais. E ai, curtiu?




Bju da Giuh ;*


*Dicas retiradas do livro “A Parisiense”

Collar Tips


           Originalmente as ponteiras de camisas eram acessórios que indicavam um certo status no antigo Meio-Oeste. Depois passou a ser usado nos anos 20, e como a moda sempre se repete... O Collar Tips voltou ao holofote no desfile da marca gringa Balenciaga em 2011. Na época, tido como uma aposta arriscada, as ponteiras vingaram e agora é aposta certa das It Girls.

O interessante é que além de darem um up naquela camisa sem graça, ele também acaba substituindo o colar na produção.



Gostou? Pra fazer é bem fácil na verdade. Vou deixar aqui o link deste DIY pra vocês, e o dia que eu resolver fazer, prometo postar aqui no blog.

Bju da Giuh ;*

13 janeiro 2013

Nova Parceria: Oceanic Cosméticos




Fuxicando na internet descobri uma marca de cosméticos fabulosa e que me agradou de cara: OCEANIC COSMÉTICOS.

Resultado? Uma parceria de sucesso começa agora!

Um bom produto de beleza, com cheirinho delicioso, capaz de fazer a diferença no nosso dia a dia é algo muito especial, não é?

"A Oceanic nasceu da visão de que os Oceanos são uma das maiores riquezas do planeta e guardam ativos de grande potencial para o ser humano. A partir dessa premissa, a Oceanic desenvolve Cosméticos de última geração com ativos de origem marinha, e ainda atua na proteção dos oceanos. Ao usar um cosmético Oceanic você tem a experiência única nas cores, nas formulações, nas texturas... com resultados que só ativos de origem marinha podem garantir. Ao mesmo tempo, você nos ajuda a apoiar iniciativas de pessoas que trabalham para preservar o mar para futuras gerações.

Missão da Oceanic: Mais do que uma marca de cosméticos, a Oceanic quer que seus produtos ajudem a preservar as praias e o mar."


Ontem mesmo recebi algumas amostras enviadas por eles e já usei. O meu favorito foi Creme de Banho Vanilla - Day by Day. O cheirinho e a textura da pele ficaram demais!

Recomendo que façam o cadastro no site e utilizem a loja virtual, para que possam aproveitar as promoções que eles sempre fazem. Não irão se arrepender.

Confiram o link do site aqui!







11 janeiro 2013

Aplicações de Spike DIY


Olá meninas!

Hoje estou aqui pra mostrar o short com aplicações de spikes que eu fiz. Espero que vocês gostem da rápida explicação.

Eu comprei as minhas tachinhas numa loja de departamentos, mas é possível encontra-las em qualquer armarinho. Vamos lá?





O primeiro passo é bem simples. As tachinhas vem com as pontas agulhadas pra você poder perfurar a roupa. Mas atenção! O tecido não pode ser muito fino, pois pode danificá-lo. Dê preferência a tecidos como jeans e couro, que são mais grossos.

Após perfurar a roupa pegue uma tesoura, com cuidado pra não se machucar e vire bem as pontas pra dentro. Pronto! Você já tem o short customizado com tachinhas. Fácil e rápido.

Gostaram? Então curte ai!
Bjinhos da Giuh  ;*

07 janeiro 2013

Caçadora


Olá, meu nome é Nastascha, já tive vários, mas eu gosto mais deste. Combina mais comigo, sou branca – extremamente branca. Cabelos loiros, longos, sedosos que descem até o meio das costas. Tenho os olhos verdes, mas, às vezes, eles ficam vermelho carmim. Tenho 1,70 de altura, sou magra, de mãos e pés delicados.

Dizem que pareço um anjo, alguns chegam a pensar seriamente que sou um anjo, mas não se engane, não sou. Sou uma caçadora, e uma das coisas que mais adoro fazer é me divertir com minha comida, ela sempre ganha um gosto bem especial antes de ser ingerida.

Neste momento pareço uma jovem gótica, estou de coturno, calça jeans skin preta, camiseta punk e as pontas do cabelo pintadas de rosa, maquiagem pesada e correntes. Sinto-me uma diva do Rock.

Apesar do calor insuportável que faz no Rio de Janeiro nos meses de dezembro e janeiro, gosto de ficar por aqui nesta época do ano. Sempre tem alimento farto e muita diversão sobrando.

É engraçado observar que a maioria das pessoas bebe e perde o juízo, o senso do ridículo e o pior ficam tentados a dormir com o inimigo. Isto me diverte pra caramba!!

Tenho 2 amigos na cidade, andamos por bares escuros, sombrios, onde o rock é pesado, nos divertimos bastante. Eles curtem drogas pesadas, acham isto um barato. Isto pra mim é uma vantagem, pois eles nunca vão me ver como eu sou de verdade.

Hoje, no meio da pista, enquanto dançava, quieta na minha, um cara com quase 2 metros de altura, pesando talvez uns 110 quilos, careca, troncudo e todo metido a gostosão resolveu criar confusão comigo.

Justo comigo? Putz! Estou parada, quieta na minha. Tem exatos 5 meses, 2 semanas, 3 dias e 5 horas que não me alimento direito – a dieta vegetariana estava fazendo efeitos... até agora!

Quando ele me agarrou pelo cabelo e me puxou pra junto do corpo dele, com cara de tarado, sorriso horripilante, suei frio, não de medo. Mas de fome! Meu corpo pediu pelo alimento, ali, naquela pista de dança. Poderia ter me alimentado dele até a última gota e ainda ter tido como sobremesa o nerd que passou a noite inteira me olhando que ninguém iria notar. Contive-me. Não há como controlar meus desejos, quando o frenesi do sangue quente, morno e humano entre em minhas veias.

Sim, sou uma vampira! Como humana nasci na Rússia cerca de 7 séculos atrás, como vampira, nasci aos 25 anos da vida mortal. Depois de ter feito muita asneira, de ter cometidos erros imperdoáveis até mesmo para minha espécie, aprendi a me controlar.

Poucos vampiros conseguem ficar entre os humanos como eu e não sair bebendo o sangue de todos antes de pensar no que está fazendo. Mas eu não, consigo selecionar minha comida, me dá prazer saber que entre os monstros que rondam a terra, eu posso fazer a limpa, me alimentar daqueles que não farão falta sobre a Terra. Tenho preferência por cretinos e idiotas como este que me agarra agora. Com certeza, ele aterrorizou a vida de muitas jovens antes de topar comigo neste bar.

Voltemos ao idiota que me segurou com tanta agressividade. Permito que ele olhe dentro de meus olhos e veja um pouco do eu sou, peço para ele me soltar e aviso que caso não o faça o risco será todo dele.

- Risco?! Menina idiota, antes que a noite acabe você será minha e ainda irá implorar para eu não parar.

Que atrevimento! Ele não prestou atenção em nada do que eu mostrei a ele com um simples olhar... quando idiotice!

Sem ele esperar, giro meu corpo, torço o braço dele e saio do abraço que ele achava que era de urso. Ele se assusta e me dá um olhar de quem ainda não se convenceu de que eu não sou o anjo que ele pensa.

- Meu anjo, não tem mulher que foge de mim. Tenho te observado há alguns dias. Gosta de andar pela madrugada sozinha, ronda bares pequenos. Sei que está a procura de alguma droga pra usar e ainda vou te pegar. Pode acreditar.

- Não sou uma pessoa, não sou comum... se fosse você não continuaria com esta conversa. E, se fosse você, manteria distância do que acha que sabe...

Sai andando e ouvi ele rindo e prometendo que ainda está noite iria me mostrar o caminho do paraíso.

Ele não sabe, mas é o meu tipo preferido de comida. Hoje a gata sobe no telhado! E como sobe!

Fico no bar durante todo o tempo que ele fica. Quando ele sai e entra no carro – uma pick up velha e decadente – o acompanho por sobre os muros e telhados da cidade.

Ele se direciona para o cais, praça Mauá, uma região onde os prédios sedem espaço para antigos e decadentes casarões. Melhor pra mim, pular de prédio em prédio, as vezes não é tão emocionante como os filmes de Hollywood fazem crer.

Ele entra pela porta da frente num casarão velho, caindo aos pedaços, que cheira a mofo, comida estragada, roupa suja e... ops! Espera! Começou a ficar interessante... cheiro de morte! Alguém morreu aqui e não tem muito tempo, talvez uns 2 ou 3 meses.

Encostada no velho armário do quarto eu o espero. Ah, homens, quanto maiores e rudes, mais nojentos e propensos a produzir gazes eles são. Mas o cheiro que ele exala não consegue encobrir o delicioso cheiro que vem do sangue dele.

- Oi. Você não me esperou quando saiu do bar... resolvi te seguir.

- Como você chegou aqui tão rápido? Não vi nenhum carro passando por mim. Como sabe meu endereço???

- Perguntas, perguntas e mais perguntas... me diga, não era você que tinha prometido me dar alguma diversão? Pois bem... eu a quero. Vamos fazer o seguinte: vou te dar cinco minutos de vantagem. Você pega o carro e sai correndo a toda.

-Qual é! Está achando mesmo que eu vou cair na sua? Ele tenta me segurar pelo braço – adoro esta parte, quando demonstro que tenho mais força do que o próprio Mike Tyson. O arremesso na parede com um simples golpe.

Pulo sobre ele com as presas bem expostas, demonstrando a ele toda a minha ‘anjura’. Ele se assusta ao descobrir que não tem como me tirar de cima dele, sente meus caninos perfurando seu ombro e seu grito para mim é delicioso. Ah, adoro quando a comida pede por socorro.

- Vá, corra, fuja... como disse: tem 5 minutos de vantagem. Se conseguir fugir de mim, prometo que não volto pra me alimentar de você.

Seus passos correndo rumo a escada, soam aos meus ouvidos antes mesmo que eu conclua a frase. Está noite será maravilhosa... adoro caçar. Não qualquer um, mas os monstros que se aproveitam de jovens indefesas para saciar seus instintos mais selvagens.

Bem, eu me aproveito dos cretinos pra alimentar meu corpo. Afinal um vampiro não se mata com facilidade, muito menos de fome. Tentei virar vegetariana (como li num livro de adolescentes), mas não consigo me controlar, o sabor do sangue humano é inigualável. Aproveito os séculos de prática para ficar dias e dias sem comer, me alimento dos cretinos do mundo.

E como estou com fome, saio correndo atrás da minha presa, que desesperada pegou o caminho para a ponte Rio-Niterói. Enquanto ele anda acima do limite de velocidade permitido, eu corro ao seu lado pela balaustra da ponte. De vez em quando, só pra dar um pouco de emoção, pulo sobre a caçamba e danço pra ele me ver pelo retrovisor.

Passo pelo pedágio, sem eles nem notarem que tem alguém ali. E o melhor, ele pega a Rio-Manilha, a estrada que liga o Rio a região do Lagos, super deserta...

Como estou com fome,  e o sangue que provei dele assanhou meu apetite, não resisto mais, antes do Shopping de São Gonçalo, resolvo atacar.  Pulo sobre a carroceria da pick up, e abro a porta do motorista. Rindo, o puxo pra fora e o jogo no acostamento.

- Você me prometeu diversão, não foi? Disse que me conhecia, correto? Pois bem, vou me apresentar: meu nome é Natascha, sou uma Vampira, tenho em torno de 700 anos, e o meu passatempo favorito é correr atrás da minha comida. Meu prato favorito? Homens enormes, canalhas, idiotas e que acham que as mulheres são brinquedos pra eles.

- Bem vindo ao meu mundo e volte pro inferno, porque antes que você compreenda o que estou falando verá o diabo dançando em sua frente. Beijos, durma bem.

Rindo o vejo tentar fugir de mim, mas antes que ele entenda o que está acontecendo, estou trepada em suas costas, e minhas presas estão em sua jugular.  Sinto o sangue em minha boca, correndo vivo pra dentro de mim, sinto o cheiro de sangue fresco e isto me dá o maior prazer.

Em poucos segundos, talvez 1 minuto, seu sangue está dentro de mim e esta é a minha droga. Jogo seu corpo imprestável pro lado, e antes de sair de lá, vejo que de fato aquele cretino viu o diabo antes de morrer, sua cara estava assustada, os olhos arregalados de pavor.

Mais uma alma que não vale a pena rezar, mais um cretino a menos no mundo!!!

É por isto que gosto de pensar em mim como uma justiceira, uma vampira honesta que está limpando a sujeira do mundo. Por enquanto eu continuo por aqui, gosto do Rio, do povo alegre e divertido, do mar (adoro tomar banho de mar) e de sair a caça dos idiotas que infestam a cidade, comida farta e saborosa.

A dieta? Bem, posso deixá-la de lado, afinal tem muitos canalhas e cretinos para eu tirar da Terra, são as melhores comidas que eu possa ter e assim, vou continuar, vai que um dia eu faça a diferença, não é?!

---------------

Gostou do post? Quer deixar um comentário ou um elogio? Se for de outro blog deixe o link pra gente dar uma olhadinha e segui-lo, ok? Bjs

Acne


     Bom galera, o pessoal aqui do blog resolveu uma vez por mês falar sobre saúde, com cada uma de nós fazendo um post e eu decidi falar sobre acne. Afinal, quem nunca sofreu (ou ainda não sofre) com aquela espinha maldita que aparece bem na hora DAQUELA festa?

     A acne é mais comum na adolescência, quando ocorre o aumento de hormônios sexuais. Com o passar do tempo a doença começa a desaparecer, entretanto, algumas pessoas com distúrbios hormonais sofrem da doença em um grau mais profundo. A acne tem cura, mas não uma cura especifica, pois a doença se manifesta de forma diferente nas pessoas. A melhor saída é procurar um dermatologista que saberá indicar o tratamento mais adequado.

     O básico do tratamento consiste em um bom cuidado com a pele. Esfoliação duas vezes por semana ajuda a diminuir a oleosidade, assim como lavar o rosto pela manhã e a noite. Mas atenção! Lavar o rosto muitas vezes por dia e com um sabonete comum, surte efeito contrario, acaba aumentando ainda mais a oleosidade da pele. O ideal é usar um lenço especifico que controle a oleosidade durante o dia. E meninas, nunca durmam com maquiagem no rosto. Se você for como eu, extremamente alérgica a demaquilantes, uma boa saída é usar Johnson’s Baby Shampoo. Ele retira a maquiagem sem irritar a pele e os olhos.

     No mais são tratamentos recomendados pelo médico que incluem remédios, tratamento hormonal e alguns tratamentos para diminuir a vermelhidão e eventuais cicatrizes.

aí? Curtiu? Bju da Giuh ;*